Ás vezes..

Ás vezes..
Ás vezes me dá um arrepio,
ás vezes me dá esta vontade..
Quem sabe de rezar ou orar..
Ás vezes sinto como que sede e fome,
talvez frio ou calor,
ou mera falta de amor..
Nem preciso de mera água, ou alimento,
quem sabe o que preciso e digo..
Sinto ás vezes a vontade de alegrar
quem sabe um pouco sorrir..
Sinto vontade de dar abrigo,
de acalentar de me entregar.
a esperanças vãs de algo curar
ou quem sabe sarar….
Como sofro e me restrinjo,
a uma tristeza escondida,
lágrimas esquecidas..
A ti e a mim te reservo um sorriso,
uma esperança, uma crença
Dentro de dias, poderei cantar,
entoar melodias, odes e declamar talvez
poema ou sorte
Esta será mais uma
Festa de Natal

Leave a comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Connect with Facebook